Inscrições

Curso sobre mediação de conflitos tem início em Brasília

Na manhã desta segunda-feira (14), aconteceu a abertura do “Curso Básico de Mediação para Magistrados”, com a participação de mais de 30 pessoas, que lotaram o auditório da sede da AMB, em Brasília (DF). A capacitação, que está em sua sexta edição, é realizada pela  Escola Nacional da Magistratura (ENM) até o dia 18 de agosto.

O diretor-presidente da ENM, Marcelo Piragibe, que também está participando do curso, agradeceu a presença dos alunos e falou sobre a demanda da capacitação na grade da ENM. “É uma grande satisfação receber a todos os participantes aqui. Esse processo de mediação está espalhado não só no Brasil, como no mundo inteiro e esse curso é um dos mais procurados da escola”, destacou Piragibe.

Inicialmente, os participantes conheceram mais sobre os instrutores e os alunos. O coordenador pedagógico da ENM e que está à frente da capacitação, desembargador Caetano Levi, avaliou como excelente o nível do curso neste primeiro dia. “Muitas informações e novos conhecimentos ainda serão ministrados. O objetivo é trazer estímulo ao juiz, para que a mediação seja uma realidade no seu dia a dia como forma de solução de conflitos sem a necessidade de judicializar e até extinguindo processos”, pontuou Levi.

Durante os cinco dias de curso, os participantes terão a oportunidade de saber mais sobre temas como o panorama histórico dos métodos consensuais de solução de conflitos, o método de negociação baseado em princípios, a política judiciária nacional de tratamento adequado de conflitos entre outros. Além das aulas teóricas e dos exercícios propostos, os magistrados participarão de dinâmicas e mediações simuladas dentro dos temas.

Para o desembargador do Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG) Saulo Versiani, a capacitação é fundamental, pois prepara os magistrados para métodos autocompositivos, que são formas alternativas da resolução de conflitos. “Uma vez preparando os magistrados, o curso também pode possibilitar um incremento desses métodos nos Centros Judiciários de Solução de Conflitos e Cidadania (Cejusc), tanto na coordenação como na mão de obra por parte dos magistrados aposentados”, destacou.

Essa é primeira vez que o curso de mediação está credenciado pela Escola Nacional de Formação e Aperfeiçoamento de Magistrados (Enfam).

Confira AQUI a programação do curso.

Veja AQUI a portaria do Enfam sobre o curso.

Tatiana Castro Estagiária supervisionada pela Coordenadoria de Comunicação

Dirigentes da ENM participam de programa de formação e vitaliciamento promovido pela Enajum

Saiba Mais

ENM participa do IV Colóquio de Direito Militar

Saiba Mais

ENM seleciona sete bolsas para conferência internacional na Índia

Saiba Mais

Termina, em Fortaleza, curso da ENM sobre ativismo judicial

Saiba Mais