Inscrições

Florianópolis recebe a sétima edição do curso Jurisdição e Psicanálise

Terminou nesta sexta-feira (25) o curso Jurisdição e Psicanálise, promovido pela Escola Nacional da Magistratura (ENM), da AMB, em parceria com o Núcleo de Direito e Psicanálise do Programa de Pós-graduação em Direito da Universidade Federal do Paraná (UFPR). A capacitação teve sua abertura na tarde de quarta-feira (23) e seguiu com palestras nos dias 24 e 25, em Santa Catarina, no Hotel Blue Tree Florianópolis.

Coordenado pelo assessor especial da ENM Ricardo Alberto Pereira, o tema do curso abordou como a jurisdição e o direito tratam seu desconcerto diante do feminino. “O nosso objetivo é estimular o juiz a usar a psicanálise, fazendo com que ele entenda a aplicação do direito com um outro olhar, questionando o espaço do outro, além da própria posição dele como juiz”, afirmou.

Durante os três dias de capacitação, assuntos como a “Justiça Patriarcal: o feminino e o corpo na jurisdição brasileira”, além de pontos de encontro entre o Direito e a Psicanálise foram discutidos nas palestras ministradas por magistrados, psicanalistas e professores acadêmicos.

O juiz catarinense e professor da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) Alexandre Morais da Rosa foi um dos palestrantes do curso. Tratando sobre a demanda punitiva do discurso feminista, a palestra do magistrado abordou o lugar e a função do juiz nesse contexto, além da questão da violência contra a mulher e os discursos de ódio. “A decisão judicial acontece em ambientes de antagonismo. Com a mutação do laço social, as manifestações coletivas, especialmente nas redes sociais, operam um novo estatuto em que a sensação de injustiça e de vítima é potencializada. Por isso é necessário situar o lugar e a função do juiz, individualmente”, ressaltou.

Em sua sétima edição, a capacitação Jurisdição e Psicanálise contou com a participação de 20 magistrados. Ao final de cada palestra foram realizados debates para discutir o tema proposto e, segundo Ricardo, todos os momentos foram muito produtivos. “Alcançamos o nosso objetivo: repensar a judicatura por meio de um olhar diferente”, finalizou.

Renata Gil participa de webinário sobre atos processuais na Justiça do Trabalho

Saiba Mais

Assista live sobre atos processuais telepresenciais na Justiça do Trabalho

Saiba Mais

Ciclo de palestras da ENM: assista a live sobre o “julgamento de Sócrates” hoje (24), às 17h

Saiba Mais

Ajuris promove prêmio de sustentabilidade e palestras em comemoração aos 40 anos

Saiba Mais
Escola Nacional da Magistratura © 2018 | Todos Direitos Reservados
MENU